segunda-feira, 4 de junho de 2012

Asilo de Capão da Onça


O primeiro ‘serviço de saúde mental’ da região foi criado em 1914, na cidade de Veríssimo, distante 52 km de Uberaba. O Sanatório de Rufinópolis, conhecido também como ‘hospital do Capão da Onça’, nasceu da iniciativa de um grupo espírita daquela região, que, sensibilizado com a situação de alguns doentes, resolveu criar uma casa para acolhê-los. Este grupo, presidido por membros da família Alves Urzedo, buscou recursos junto aos seus membros e à comunidade e criou um sanatório que comportava com ‘folga’ 30 doentes. Estas vagas foram rapidamente preenchidas.
O ‘tratamento’ consistia em suprir as necessidades básicas dos internos, que eram alimentados e abrigados na instituição, mas não recebiam nenhum tipo de atenção outra se não a espiritual. Nos finais de tarde, era obrigatório o comparecimento ao culto espírita, onde todos recebiam ‘passes’.
Em entrevista com pessoas da família Alves, soubemos que, mesmo os doentes mais violentos participavam dos cultos sem que se precisasse usar a força.
Contam que, um paciente ‘diagnosticado como furioso’, tinha o hábito de fugir sempre, mas nos horários de culto estava de volta, por interseção dos bons espíritos.
Era para este espaço que enviavam os doentes mentais carentes da região, que de internos passavam a residentes já que não se tem notícia de qualquer forma de desligamento da instituição, ou seja, de ‘altas‘. Talvez isto se deva ao fato de que, uma vez ‘acolhidos’, os doentes perdiam os vínculos com as famílias e com a comunidade e se tornavam só ‘pacientes do Capão da Onça’, além de não receberem nenhum tratamento.
Este hospital foi fechado em 1981, depois de funcionar por 67 anos ininterruptamente.

Fonte:
Texto foi extraído de monografia História dos Movimentos Religiosos e Serviços de Saúde Mental em Uberaba - elaborada pela psicóloga Maria Rita Soukef para obtenção de título de especialista em Saúde Mental pela Esmig - Escola de Saúde de Minas Gerais. Maria Rita Soukef atende em consultório e na Adefu – Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba, onde trabalha com reabilitação. Ela está em processo de formação em Psicanálise.
Este texto conclui a publicação da monografia; a primeira parte - sobre religiões, foi publicada na edição de 6 de março de Conta-Gotas

Disponível em:
Consultado em: 04/06/2012.

Abaixo algumas fotos do ano de 2009 do antigo asilo de Rufinópolis, ou Capão da Onça.
A aparência é um manicômio aos moldes clássicos, com celas individuais, parecendo-se agora mais com um presídio do que com uma instituição de saúde mental.







Um comentário:

  1. SIM FOI NO PASSADO UM LUGAR ONDE FOI POSSIVEL COM TRATAMENTOS ESPIRITUAIS E ACOLHIMENTO, A RECUPERAÇÃO DE MUITOS SERES HUMANOS E REINCERÇÃO NA SOCIEDADES, DE MUITOS ACOMETIDOS DE DOENÇAS MENTAIS E ESPIRITUAIS, SENDO SEMPRE TRATADOS POR MUITAS PESSOAS DE FAMILIAS DO LUGAR COMO: ALVES URZEDO, MARQUES FERNANDES E TANTOS QUE DEDICARAM COM MUITO ZELO PARA COM O PROXIMO.

    ResponderExcluir